A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) identificou um possível caso de Candida auris no Brasil e divulgou um alerta de risco para unidades de saúde nesta segunda-feira (7). Se confirmado, será o primeiro caso positivo no país.

No documento, obtido pelo Jornal Brasília , a agência afirma que os médicos identificaram o fungo em um paciente adulto, internado na UTI de um hospital do estado da Bahia, na última sexta-feira (4). Uma amostra da ponta do cateter foi coletada e enviada ao Laboratório Central de Saúde da Bahia (Lacen-BA) e ao Laboratório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).

Diante do possível caso, a Anvisa pede que a vigilância laboratorial de Candida auris nas unidades de saúde do país seja reforçada. Em caso de suspeita de paciente infectado, o órgão informa que as medidas contidas na declaração de risco elaborada em março de 2017 sejam adotadas.

O que é Candida auris?

É um tipo de fungo que resiste a medicamentos e pode ser fatal se contaminar a corrente sanguínea, principalmente em pessoas com comorbidades. Foi identificado pela primeira vez em 2019 no canal auditivo de um paciente na Coreia do Sul.

Classificada por médicos e cientistas como “superfungo”, a Candida auris começou a aparecer anos depois em outros países, como Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Índia, África do Sul, Colômbia e Venezuela.

Candida auris pode ser confundida com outras espécies de leveduras, como a causadora da candidíase, por exemplo. Por ser difícil de identificar, pode causar surtos. Além disso, o fungo é resistente a muitos desinfetantes, incluindo aqueles à base de amônio quaternário, e pode permanecer meses no ambiente.

Fonte sugerida: BBC News Brasil

 

RECOMENDAMOS






Ter saber é ter saúde.