O problema da escassez global de água está longe de terminar, mas as coisas podem finalmente mudar. Uma equipe de cientistas, usando a luz solar, conseguiu tornar a água do mar potável em apenas 30 minutos.

Os cientistas usaram estruturas metal-orgânicas (MOFs) e luz solar para filtrar a água e gerar 139,5 litros de água potável por quilograma de MOF por dia em seu experimento . Uma técnica que se provou mais precisa e eficaz do que outras práticas de dessalinização, com eficiência energética, baixo custo e sustentável .

O processo de dessalinização ocorre graças a um filtro Mof capaz de absorver o sal da água sem consumir energia. O filtro é então colocado à luz do sol para se regenerar e leva cerca de 4 minutos para ser reutilizado para o mesmo fim.

Água potável de qualidade, segundo a Organização Mundial de Saúde, deve ter um TDS, total de sólidos dissolvidos, de <600 partes por milhão (ppm). Bem, os pesquisadores conseguiram obter água com um TDS <500 ppm em apenas meia hora.

O professor Huanting Wang, principal autor da pesquisa, do departamento de engenharia química da Monash University, Austrália, disse:

“A dessalinização tem sido usada para lidar com a escassez de água em todo o mundo. Devido à disponibilidade de água salobra e do mar e porque os processos de dessalinização são confiáveis, a água tratada pode ser integrada aos sistemas aquáticos existentes com riscos mínimos para a saúde ”.

Ele também especificou que o uso da luz solar para regeneração representa uma solução de dessalinização com eficiência energética e ecologicamente sustentável. Ao contrário de outros processos de dessalinização que consomem muita energia ou que, em outros casos, envolvem o uso de produtos químicos.

Resumindo, pode ser uma técnica verdadeiramente revolucionária para todo o mundo!

FONTES: Nature Sustainability / Smart Water Magazine / via GreenMe

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Saber é Saúde
Ter saber é ter saúde.