Enfermeiros do Hospital de Campanha do Maracanã foram orientados a dormir em mesas, colchonetes jogados no chão e em locais com aglomeração de pessoas

Profissionais que atuam no Hospital de Campanha do Maracanã, no Rio de Janeiro, relataram à CNN Brasil que foram orientados a dormir em mesas, em colchonetes jogados no chão e em locais com aglomeração de pessoas.

O espaço onde eles devem descansar fica no Complexo do Maracanã, a dez minutos de distância do local em que está o hospital de campanha.

De acordo com a denúncia, há um dormitório dentro do hospital de campanha, mas a segurança que atua no espaço impediu o acesso de outros profissionais que não os médicos que estão na unidade. Os enfermeiros que atuam no local alegam que foram levados para o descanso em uma área que é fora do hospital de campanha e fica em um corredor do ginásio do Maracanãzinho.

No centro das investigações que levaram à etapa da última quinta-feira (14/05) da Operação Lava Jato no Rio, os hospitais de campanha não só estão atrasados, mas também colocam enfermeiros e técnicos de enfermagem em condições desumanas de trabalho.

Via Observatório do Terceiro Setor

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Saber é Saúde
Ter saber é ter saúde.