Um senhor de 78 anos, diagnosticado com cegueira, recobrou a visão depois de receber um novo tipo de implante de córnea sintética. Batizada de KPro, a novidade, criada pela companhia israelense CorNeat Vision, é o primeiro implante artificial capaz de ser integrado na parede ocular do paciente.

Depois de um dia de recuperação, o idoso já foi capaz de reconhecer os familiares. Segundo o médico Gilad Litvin, cofundador da CorNeat, ver um colega implantar o KPro com facilidade e testemunhar outro ser humano recuperar a visão no dia seguinte foi emocionante. “Havia muitas lágrimas no quarto”, diz.

O Kpro pode substituir uma córnea acometida por doenças degenerativas, como o cerotocone, sem a necessidade de tecidos de um doador. Um vídeo divulgado pela CorNeat Vision, mostra como o implante funciona e o resultado do procedimento cirúrgico.

Implante de córnea sintética

Implantes de córnea sintética não são novidade, mas até agora sua aplicação envolvia cirurgia mais complexa. Por isso, eles eram utilizados apenas como último recurso, em casos de rejeição em transplantes de córnea.

antes depois implante 1024x404 1 - Homem recupera a visão após se tornar a primeira pessoa a receber uma córnea artificial
Antes e depois do procedimento que substitui a córnea pelo implante KPro. Imagem: CorNeat Vision/Reprodução

O KPro, por sua vez, pode ser implantado de forma relativamente simples, com cortes mínimos e pouca sutura. De acordo com a CorNeat Vision, o implante ainda “estimula a proliferação de células e leva à integração progressiva do tecido”. De acordo com a empresa, em questão de semanas, o processo de cicatrização integra o implante ao globo ocular do paciente.

Em Israel, dez pessoas aguardam o início da nova fase de testes com o implante. Outras regiões como o Canadá, a França, os EUA e a Holanda também já aprovaram alguns pacientes para participar dos testes com o KPro.

Fonte: GNN

 

 

 

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Saber é Saúde
Ter saber é ter saúde.