Daniel Filho é um cientista que, junto com a filha, realizou um experimento em casa para demonstrar a importância de lavar as mãos.

Daniel Filho é um cientista baiano que, junto com a filha, realizou um experimento para demonstrar a importância de lavar as mãos.

Daniel está convencido de que é essencial praticar a ciência e o pensamento crítico em casa, pois são essenciais para o aprendizado a longo prazo. Assim lançou um desafio aos amigos no Facebook com a hashtag #CiênciaComeçaEmCasa, a ciência começa em casa.

A ideia é fazer vários tipos de experimentos científicos em casa com seus filhos ou parentes, compartilhando e discutindo os resultados. E é claro que ele começou primeiro. O pai realizou um experimento com sua filha Maya com o objetivo de demonstrar claramente a importância de lavar as mãos.

Para realizar o experimento, Daniel separou quatro fatias de pão integral selando cada uma em um saco ziplock. Durante todo o dia a filha coloriu com lápis, brincou no chão e comeu, tudo sem lavar as mãos, por cerca de duas horas. Então, com a mão suja, Maya tocou uma dessas fatias.

A mão direita foi então lavada com água e sabão e a esquerda com álcool gel. Com uma e outra, a segunda e a terceira fatia de pão foram tocadas respectivamente, enquanto a quarta foi considerada a fatia controle, ou seja, não foi tocada de forma alguma.

Dezoito dias depois, os resultados “preliminares” eram claramente visíveis a olho nu: uma enorme colônia de microorganismos prosperava na fatia com as palavras ” Mão Suja ” nela. As fatias restantes estavam intactas.

“ Próximo passo: esperar chegar um microscópio e ver o que cresceu no pão ”, comentou Daniel em seu post.

Uma maneira divertida e eficaz para as crianças aprenderem o que realmente significa tocar nos alimentos com as mãos sujas. Não é por acaso que esse experimento já foi feito outras vezes com o mesmo resultado chocante. Por exemplo, falamos sobre a professora americana que propôs exatamente o mesmo teste de pão para seus alunos.

Adpatado de GreenMe

RECOMENDAMOS






Ter saber é ter saúde.