Via Jornal da USP

O que é câncer de próstata?

Câncer de próstata é o tumor que afeta a prostata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.O câncer de próstata é o mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele. Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto.

O câncer de próstata, na maioria dos casos, cresce de forma lenta e não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem. Em outros casos, pode crescer rapidamente, se espalhar para outros órgãos e causar a morte. Esse efeito é conhecido como metástase.

Uma estimativa do Inca (Instituto Nacional do Câncer) aponta que 65.840 novos casos devem surgir no período de 2020 a 2022. Somente neste ano de 2021, o número de casos novos chega a quase 70 mil.

Segundo o urologista Miguel Srougi, professor titular de Urologia da Faculdade de Medicina da USP, “primeiro há um crescimento benigno que surge na glândula e tende a obstruir o canal da uretra, mas também pode surgir o câncer da próstata, com uma degeneração das células que se malignizam”. Cerca de 90% dos homens vão ter crescimento benigno e a descoberta na fase inicial permite grandes chances de cura.

Alguns fatores favorecem o desenvolvimento do câncer de próstata. Segundo Srougi, o “primeiro são os fatores hereditários. A etnia também oferece uma predisposição à doença. Os negros têm mais câncer de próstata que os brancos, já os indivíduos ocidentais e os índios têm menos chance de desenvolver a doença.

Uma curiosidade em relação ao problema é que, quando os asiáticos, que têm menos chances de desenvolver a doença, migram para o Ocidente e assumem seus hábitos e estilo de vida, passam a ter mais chance de desenvolver o câncer de próstata. Isso demonstra que fatores ambientais, estilo de vida e alimentação favorecem, de alguma forma, o desenvolvimento da doença”.

Os exames periódicos e preventivos são muito importantes, porque, em sua fase inicial, a doença não apresenta sintomas. Eles devem ser realizados a partir dos 50 anos, quando começa a surgir com mais frequência esse tipo de câncer; já quando há casos na família, isso pode ser feito mais cedo e a avaliação deve ser iniciada antes dos 45 anos. O exame de toque e a dosagem de PSA no sangue são os métodos mais eficientes para detectar a doença. O tratamento pode ser cirúrgico, radioterápico ou hormonal.

Quais os fatores de risco?

Existem alguns fatores que podem aumentar as chances de um homem desenvolver câncer de próstata. São eles:

• Idade: o risco aumenta com o avançar da idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos.

• Histórico de câncer na família: homens cujo o pai, avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos, fazem parte do grupo de risco.

• Sobrepeso e obesidade: estudos recentes mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal mais elevado.

Como prevenir o câncer de próstata?

Já está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Entre os fatores que mais ajudam a prevenir o câncer de próstata estão:

• Ter uma alimentação saudável.

• Manter o peso corporal adequado.

• Praticar atividade física.

• Não fumar.

• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Sinais e sintomas do câncer de próstata

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

• dificuldade de urinar;

• demora em começar e terminar de urinar;

• sangue na urina;

• diminuição do jato de urina;

• necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Se você apresenta algum desses sintomas, procure uma unidade de saúde e faça os exames necessários com médico especialista de sua confiança.

RECOMENDAMOS






Ter saber é ter saúde.